Tarde Juvenil CRE 11 em Guaíba

foto2

Relato enviado pelo jovem Ederson Lopes – GPJ UME Guaíba

A Tarde Juvenil que aconteceu em Guaíba, na Sociedade Espírita Discípulos de Cristo no dia seis de julho, entre uma e cinco horas da tarde, realizada pelo GPJ UME Guaíba – 11ª região FERGS, com a participação da juventude UME Guaíba e UME Camaquã, teve como tema “Nas pegadas do Mestre”.

As atividades partiram da palestra de Gabriel Salum, em que tivemos a oportunidade de aumentar os nossos conhecimentos da doutrina espírita, explicando que devemos amar a todos, começando pelo nosso corpo, que Deus nos deu, vigiando tudo aquilo que a nossa mente e corpo absorve, depois passando a amar os nossos inimigos e assim amando tudo aquilo que foi criado por Deus. Logo após, tivemos conceito de amor, que foram frases criadas por crianças dos Estados Unidos com estes exemplos:

“Quando alguém te ama, a forma de falar seu nome é diferente – Billy”, quatro anos.

“Se você quer aprender a amar melhor, você deve começar com um amigo que você não gosta” – Mika, seis anos.

“Quando minha avó pegou artrite, ela não podia se debruçar para pintar as unhas dos dedos do pé. Meu avô desde então, pinta as unhas para ela, mesmo quando ele tem artrite” – Rebecca, oito anos.

“Amor é quando você sai para comer e oferece suas batatinhas fritas, sem esperar que a outra pessoa te ofereça as batatinhas dela” – Chrissy, seis anos.

Depois, foi passado que todos nós podemos ser discípulos de Jesus, amar a todos, independentes do tipo de pessoa; pois todos os apóstolos com todos os seus defeitos e qualidades atenderam ao chamado do Mestre, então “se Pedro pode, nós podemos. Se João pode, nós podemos. Se Maria pode, nós podemos.” E assim, encerrando a palestra.

Em seguida passamos para as atividades do lanche, onde alimentamos a nossa matéria.

Após o lanche, foram feitas as atividades do GPJ, o qual abordou o tema “As bem aventuranças” ou “Código do Monte”. Partindo de uma introdução sobre o assunto e logo passando por cada bem aventurança, tendo em vista a associação com os chacras do corpo humano e que cada bem aventurança está associada a uma virtude.

 

Anúncios